Como surgiu o marketing digital seja um especialista na área e entenda de onde veio o conceito. Aprender, na atualidade, sobre os conceitos de marketing digital e os diversos termos que o compõem é, sem dúvidas, a melhor estratégia para que você tenha um negócio de sucesso, afinal, a maior parte da população na atualidade tem acesso aos recursos tecnológicos.

No entanto, isso não quer dizer que você não tenha, por exemplo, que aprender como surgiu o marketing digital, pois, como defendemos aqui, conhecimento é poder, e o histórico e cronológico não fica de lado nessas horas.

Por isso, no artigo abaixo, iremos explicar melhor sobre o surgimento desse nicho tecnológico que modificou e ampliou as formas de relacionamento entre marcas e clientes, de modo a explicar sua origem, o que o define, como é aplicado contemporaneamente e muito mais.

Então, se você já se interessou e quer agregar ainda mais estudos e teorias nos seus aprendizados, leia até o final!

Como Surgiu O Marketing Digital 1

Como surgiu o marketing digital e para onde está caminhando?

Você pode achar que se questionar sobre como surgiu o marketing digital é uma pergunta bastante simples e, até mesmo sem lógica, mas saiba que,

há algum tempo, os meios de comunicação entre clientes e empresas não eram tão difundidos quanto os que conhecemos na atualidade, afinal, as páginas e sites eram bem diferentes, mais simples,

sem tantos recursos ou plugins, por exemplo. Inclusive, mal se tinha acesso às redes sociais. 

Marketing digital é um marketing feito no ambiente digital, ou seja, uma persuasão publicitária e de propaganda que é predominante em um determinado espaço. Nesse caso, são os veículos online.

Mas a questão é que o passar dos anos modificou a interação e relacionamento entre clientes e empresas à medida que as tecnologias foram se aprimorando, o que possibilitou, e possibilita até hoje,

que diversos locais do mundo possam se conectar por meio de estratégias, análises, métricas, técnicas e muito mais, tudo de forma digital.

Contudo, se tem algo que não mudou quando o assunto é marketing, independentemente se estamos falando de antes ou de atualmente, é a qualidade do conteúdo veiculado,

considerando que é fundamental saber o que se fala, para quem se fala e, claro, o momento que se fala.

Como era o marketing antes?

Isso quer dizer que, nas décadas passadas, não havia especialistas em marketing ou, até mesmo, essa área não existia? Bom, não é bem assim!

Você, com certeza, já ouviu uma propaganda no rádio, na televisão ou em mídias impressas, não é mesmo?

Pois saiba que esses canais de comunicação são um tipo de marketing, apesar de não serem o digital que tanto conhecemos hoje. 

É por isso que reconhecer o seu público-alvo, assim como os melhores tipos de conteúdo para o seu nicho, o melhor canal de comunicação e a melhor hora de compartilhar uma produção é essencial. 

Algumas empresas, como é o caso dos supermercados, ainda tiram bastante proveito de mídias impressas e de propagandas em televisão,

mas o mesmo não ocorre com marcas menores ou que são mais difundidas entre os públicos que utilizam as redes sociais primordialmente.

Logo, estudar a sua área conforme a sua realidade e o tempo em que você está inserido faz total diferença no seu sucesso.

A internet e o marketing digital

Mas, então, como surgiu o marketing digital, de fato, e quando? Tudo se deu de forma mais precisa a partir dos anos 90, com o surgimento cada vez mais efetivo da internet.

No início, na chamada Web 1.0, tudo era muito simples e objetivo, mas já era um grande avanço e um spoiler do que viria a seguir.

Em 1994, na internet, surgiu o primeiro banner clicável, que direcionava os usuários para um outro espaço, ou seja, a primeira forma de interação.

A partir disso, e-mails gratuitos e outros tipos de propagandas mais simples foram tomando conta dos meios digitais.

Porém, o que ninguém esperava e que revolucionou o marketing digital é que, em 1998, o mais famoso buscador de pesquisas da atualidade seria criado: o Google.

O Google é o espaço em que a galera quer estar na primeira página quando as palavras-chaves são buscadas nas pesquisas, pois isso gera influência para as marcas e criadores de conteúdo, convertendo tudo em números e receitas, posteriormente.

Depois disso, muitos cenários foram propiciando o que conhecemos hoje e a os especialistas em marketing digital foram aparecendo, seja no Facebook, no Twitter, no Instagram e nos blogs pessoais que contavam cada vez mais com recursos diferenciados e que impulsionam as publicações.

É válido ressaltar também que o surgimento dos smartphones e das novas redes (3G e 4G) é um grande fator que colaborou para que as informações fossem passadas em velocidades cada vez mais ágeis e que as propagações fossem ganhando a força que conhecemos hoje.

Profissionais e o digital: como lidam e como atuam?

Por fim, sabe-se que um bom profissional compreende como as evoluções na sua profissão, desde os tempos passados até os dias de hoje, têm papel primordial na realidade que conhecemos e em como se tornou o que é.

Entretanto, é preciso ressaltar que os especialistas em marketing digital na atualidade não são apenas pessoas que passam horas do dia mexendo com a internet, como muitos pensam. Na verdade, há muito estudo no offline por trás de um conteúdo que você lê em menos de 5 minutos ao rolar o feed do seu Instagram.

É preciso que esses especialistas entendam sobre gestão de tempo, de conteúdo, sobre como as métricas de cada canal de comunicação funcionam, sobre atendimento ao público, relação entre cliente e empresa e muito mais. 

De nada adianta muitos posts sem bons conteúdos, ou bons conteúdos sem constância ou, ainda, veiculados nos locais errados ou para as pessoas inadequadas. É uma interligação muito grande em diversas áreas e que merece reconhecimento.

Viu só como é essencial para se tornar um especialista entender melhor como surgiu o marketing digital?

Obrigado por ter lido até o final e esperamos que o conhecimento dessa trajetória tenha agregado valor ao seu futuro serviço, produção de estratégias de conteúdo e muito mais.

Não se esqueça de continuar pesquisando sobre o assunto em outros artigos aqui do blog, expandindo cada vez mais o seu repertório de estudos, e até a próxima!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *